Como Salvar Ou Destruir Um Computador! Escolha Uma Alternativa…

22 novembro, 2009 às 04:16 | Publicado em Admirável Mundo Novo, Artes & Manhas do Séc. XXI, Homenagens com Humor, Post Desabafo, Videos | 7 Comentários
Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

“Teclado não encontrado, aperte F1 para continuar…”

PROTESTO! Sim! É justamente sob protesto que inicio o post de hoje, que por pouco, muito pouco, não deixou de existir! Tal fato se deve ao meu querido, risonho e límpido computador que na verdade foi comprado pela minha tia, mas por ficar na sala, todo mundo acaba utilizando para os mais distintos propósitos, o que também inclui a mim, responsável por tentar manter a ordem, ainda que tardia, e executar procedimentos de reanimação cardíaca sempre que este apresenta condições de funcionamento inesperadas, como a de hoje…sobre a qual detalharei a seguir…

Mas antes de continuarmos, agora de volta às causas do protesto, este foi motivado pela incompetência humana de se criar algo tolerante à falhas, em outras palavras…perfeito! Sei que essa questão fere princípios religiosos, dos quais não discordo, aqueles que elegem apenas um Ser com a capacidade da perfeição. Por outro lado, convenhamos que existem diversos outros desprovidos de inteligência (e não me refiro a portadores de necessidades especiais), que um dia se formam, conseguem ingressar em uma faculdade (imagine algo como engenharia e para ser mais exato elétrica), se formam novamente (milagres existem), conseguem ingressar em um emprego (imagine algo como uma fábrica de computadores), e a partir daí, o mundo passa a sucumbir à negligência desses grandes gênios, que ao meu ver nunca deveriam ter sequer saído da lâmpada!

No entanto, não pensem que me refiro a todos, afinal não me é de costume cuspir no próprio prato, mas à pequena, porém significativa, parcela, unica e exclusivamente, responsável pela criação da tão conhecida garantia! Afinal, não haveria a necessidade desta se o próprio fabricante  demonstrasse certeza sobre seu produto, não é mesmo?!

Deixando a enrolação e críticas um pouco de lado, tentarei expor de modo sucinto e bem humorado, afinal não há outra opçã0 no momento senão o famoso “relaxa e goza“, sobre o repentino “envenenamento“, cujas as causas ainda estão sob investigação, do meu-da-minha-tia, pobre PC!

Tudo começou, acredito eu, devido ao APAGÃO, porém os efeitos só se iniciaram alguns dias posteriormente. Foi quando, em um belo início de noite, durante a semana, após voltar exausto de mais um dia de serviço, me deparei com a maquininha meio esquisita! O monitor piscava, estava tudo ligado, mas nem sinal de vídeo! No começo nem dei bola, afinal às vezes ele tem vontade própria e resolve aplicar algumas travessuras. Porém, quando realmente tentei analisar o problema de perto, abrindo o infiliz, percebi que havia algo na placa-mãe um tanto fora das condições normais de temperatura e pressão, CNTP, mais conhecido por “capacitor estufado“! Que diabos é isso? Veja a reposta dessa e outras perguntas na breve aula de eletrônica a seguir…

Em linguagem simples, o capacitor, nada mais é que um componente eletrônico capaz de armazenar uma determinada quantidade de energia em um intervalo de tempo definido como “carregamento” ou “carga“, assim como liberá-la, também em um intervalo de tempo definido, o “descarregamento” ou “descarga“, similarmente ao trabalho executado por uma pilha! As principais causas para seu “estufamento” são provenientes das grandes oscilações de corrente na rede elétrica, comumente percebidas em situações de blackout, como reportado anteriormente. Digo provenientes pois a oscilação o gera mas não é o problema, e sim a falta de rompimento do fusível (dispositivo de proteção composto por um filamento sensível à sobrecorrente em circuitos), ou seja, o fusível deixa passar a maldita corrente alta e quem se fode ferra é o pobre capacitor, recebendo algo muito maior do que ele poderia suportar (imagine algo como Zé Bonitinho tentando carregar a Mulher Melancia no colo)!

Para deixar o post menos enjoado mais bonitinho, facilitando também o entendimento, segue foto tirada hoje da minha placa-mãe, com o maledito do capacitor gorduxo circulado (reparem como o de cima é magrinho, já o de baixo tá pior que o Ronaaldo!):

Até então tudo bem! Tudo que eu precisava seria comprar outro com as mesmas especificações e soldar o bixinho no lugar deste! A dificuldade seria média, afinal não poderia deixar a solda das 2 perninhas do coisa encostar nas trilhazinhas em volta, do contrário estaria provocando um curto-circuito e mandaria tudo pro espaço (inclusive o Pato Que Veio de lá, bastante conhecido na sessão da tarde, ah tempos bons aqueles!!!).

Após o breve diagnóstico acima, pude ficar feliz novamente e esperançoso em ter meu pczinho funcionando antes mesmo do que eu esperava, tanto que até me empolguei e resolvi limpá-lo, coitado, afinal já havia um tempo que não lhe “fazia um chuveirinho e passava-lhe uma alfazema“! Pobre ilusão…

Digo ilusão pois não contava com uma das mais importantes leis da física, existente desde o início dos tempos! Não se trata de nenhuma gravidade, inércia, ou qualquer coisa do tipo….me refiro à tão famosa e temida LEI DE MURPHY (para os desprovidos de inteligência informação, não se trata daquele ator comediante famoso, o Eddie, mas sim da lei cuja teoria sucinta que “se há a possibilidade de algo dar errado, certamente ocorrerá! E da pior maneira possível!” Bem animador, não?!), sobre a qual certamente faremos um post qualquer dia desses!

É exatamente por isso que faço um circulo na fonte de alimentação, na foto acima, pois foi exatamente nela que o maldito MURPHY novamente me atacou!!! Afinal, agora em vez de um…ganhei nada mais nada menos que 2 (DOIS) capacitores estufados! E para piorar, condizendo exatamente com os princípios da Lei, vejam só a FACILIDADE de acesso aos mesmos! Sem dúvidas, farei toda a solda de olhos fechados, com a mão esquerda e de cabeça pra baixo, tamanha moleza!!!

O mais interessante é que, tanto na foto acima quanto na de baixo, haviam TROCENTOS capacitores super-fáceis de acertar, caso dessem problemas….mas não! O bendito do infeliz foi se enfiar logo embaixo do dissipador e ao lado das bobinas!!! Ah mas que dá vontade de deixar ele gordinho, só pra ele aprender, e como dá!

Parece até que o bixo se escondeu de propósito lá só pq sabia que eu iria ficar puto e rancá-lo na marra, não é mesmo?! Quando tirei essa foto me deu uma impressão que ele estava me espiando pelas gretinhas….e rindo ainda por cima!!!!

Mediante ao exposto acima, tive que dar o braço a torcer…e oferecer o primeiro round ao capacitor! Afinal foi mta sucessão de problemas para um dia só…terei que refletir calmamente e elaborar uma Estratégia de Guerra se quiser vencê-lo! Do contrário, serei novamente esmagado pelo exército inimigo!!! (ok, não é pra tanto!)

Assim o fiz! Recolhi todo o armamento e meus soldados…e voltamos para casa cabisbaixos, porém esperançosos! Afinal somos brasileiros e naum podemos desistir tão facilmente! Hoje perdemos uma batalha…mas voltaremos com todas as nossas forças e venceremos a Guerra!

Caso contrário………..já tenho algumas sugestões em mente, vejam só! HUA HUA HUA HUA HUA!

Aguardem, pois em breve estaremos de volta com o desfecho dessa situação!!! Enquanto isso…participem com suas sugestões sobre o que eu poderia fazer com toda essa bagaça se não conseguir ressucitar esse monte de lata velha! Conte-nos também se você já teve algum problema com um equipamento a ponto de perder a paciência, assim como nosso amigo do video acima, e, em caso afirmativo, se o arrependimento chegou assim que a raiva passou!

TO BE CONTINUED…
(Versão brasileira…Herbert Richers)

Pegando o gancho nessa situação de consertar/salvar aparelhos por conta própria, que tal aprender a dar manutenção no seu celular e ainda de quebra arrumar uma renda extra?! E olha que cliente não vai faltar, já que todo mundo é viciado em smartphone hoje em dia!
Dá uma olhada aí e vê se serve pra você! ;D

curso conserto smartphone


Analisando a Letra da Música: “ALAGADOS” dos Paralamas do Sucesso !!!

31 outubro, 2009 às 18:03 | Publicado em Admirável Mundo Novo, Analisando Letras de Música, Homenagens com Humor, Notícias Bizarras, Post Desabafo | 10 Comentários
Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

“Apagados, Flintstones, Favela Amarela
A esperança do Bem, do Mal, Vem das Antenas de TV.”
(obtido da internet – brasileiro é um povo criativo, não?!)

Ilustres pessoas que perdem seu tempo entram aqui para prestigiar nosso querido blog! O Post de hoje não terá como objetivo o Humor, muito menos o Amor. Estamos aqui hoje para protestar!  Sobre o que?! Sobre TUDO, oras! Afinal, quem NÃO tem nada a protestar que levante o dedinho mindinho do pé! (aposto que não conseguiram! ha ha)

O protesto de hoje vai para….para….para…..isso mesmo que vc pensou! O Governo, oras pois! Afinal, acho que todos já devem estar cientes da situação que comumente passamos em praticamente todos os estados brasileiros e, especialmente essa semana, no ES, onde o excesso de chuva, 350mm para ser mais exato, jamais visto anteriormente (após o dilúvio), superando em quase 100mm, o último pior caso, em 1979, afetou mais de meio milhão de pessoas, desabrigando e até matando muita gente.

Para alguns a culpa por ser única e exclusivamente do tempo, mas a falta de importância pelo governo, principalmente o Estadual, é o principal responsável pelo alagamento das cidades, que contam com um sistema (ou mesmo a falta de um) de escoamento precário, levando os pobres cidadãos que pagam em dia seus impostos sobre impostos, a perderem TUDO. Será que as ricas moradias desses políticos também foram destruídas pela chuva?

Em homenagem a esse momento solene, vamos fazer análise da letra da música Alagados, composta por uma das melhores bandas do Brasil e do Mundo, os Paralamas do Sucesso, que, ao contrário de muitos “generais de 10 estrelas que ficam atrás da mesa com o cú na mão” (obrigado, Renato Russo), utilizam seu dom como “armas”, na tentativa de combater o maior problema do mundo, a miséria, com suas críticas em forma de cancões, que tocam nos DVD Players dos carros oficiais, as quais tenho um dia serem escutadas (e não apenas ouvidas) pelos integrantes dos mesmos.

ALAGADOS – OS PARALAMAS DO SUCESSO

Todo dia, o sol da manhã
Vem e lhes desafia

(Já diz um ditado “Não importa quão bem ou mal falem dele, o sol nunca deixa de cumprir seu papel, surgindo pelas manhãs de todos os dias e indo embora somente quando a noite lhe pede licença, para a chegada da Lua”. Antes que alguém resolva falar merda, quando está chovendo não é pq não tem sol, mas sim NÚVENS que o encobrem,  combinado?!?!)

Traz do sonho pro mundo
Quem já não o queria

(O sol entra pelas janelas do quarto sem qualquer permissão e traz de volta à dura realidade aqueles que sobrevivem em dificuldades e sonham com um mundo melhor)

Palafitas, trapiches, farrapos
Filhos da mesma agonia

(Essa é a triste realidade citada logo acima)

E a cidade, que tem braços abertos
Num cartão postal

(Aqui se faz referência ao Rio de Janeiro e ao Cristo Redentor, um dos cartões postais mais belos do mundo e uma de suas 7 maravilhas)

Com os punhos fechados na vida real
Lhe nega oportunidades
Mostra a face dura do mal

(Uma forte crítica ao suposto “abandono” por parte do governo aos que vivem na miséria, em busca da oportunidadade de uma vida melhor, não somente no Rio, mas em todo Mundo, em especial, o Brasil)

Alagados, Trenchtown, Favela da Maré
A esperança não vem do mar
Nem das antenas de TV
A arte de viver da fé
Só não se sabe fé em quê
A arte de viver da fé
Só não se sabe fé em quê

(A parte acima traz muitas mensagens das quais faço a seguinte interpretação:

Alagados é o nome de uma favela de Salvador, Favela da Maré, do Rio de Janeiro, e Trenchtown, da Jamaica, onde viveram músicos famosos de reggae, como Bob Marley, Bunny Wailer e Peter Tosh, que formavam inicialmente a banda The Wailers. O próprio Bob, cita a terra natal na sua mais famosa música, No Woman no Cry (“I remember when we used to sit / In the government yard in Trenchtown“).

O objetivo é fazer uma comparação entre a vida nessas três favelas e mostrar que, como diriam os cumpadres Titãs “…miséria é miséria em qualquer canto, riquezas são diferentes…”

Que a esperança de dias melhores não chega e a mídia em nada contribui para conter essa situação.

Ainda assim a população consegue sorrir e mesmo sem ter o que comer e onde morar, ser feliz, vivendo pela fé de um dia tudo mudar, sem ao menos imaginar se, quando e como isso será possível)

O mais interessante e triste, é que o clipe foi feito nos anos 80, retratandos a imagem daquela época, mas pode ser totalmente adaptado aos dias atuais. Só tenho dúvidas quanto ao futuro, afinal do jeito que o mundo está, não me arrisco em afirmar se teremos um!

Agora que a crítica foi feita e a mensagem passada, vamos quebrar um pouco o clima chato e, assim como faz o povo, colocar um pouco de humor nisso tudo aqui, afinal para esses e muitos casos, sorrir ainda continua sendo o melhor (e único) remédio.

Para isso, deixo aqui o clipe original da música Alagados dos Paralamas do Sucesso e algumas observações curiosas à respeito de momentos, digamos, interessantes do vídeo!

– As caras de moleques dos integrantes, que muita gente nem deve ter reconhecido, já que o clipe é dos anos 80.
– 00:55, nosso presidente.
– 00:57, uma mulher sorridente, mechendo na panela com uma camiseta da Zildijan, uma das melhores marcas de pratos de bateria.
– 01:09, um negão dando beijo na boca de um cara, dentro do mar e os dois sorrindo depois para a câmera (Ronaaaaldo! kkkkk)
– 01:12, o negão e o Ronaaaldo, brincando de jogar “aguinha” um no outro (q meigo! kkkkkkk). Aparece tb mais um cara, será algum Paralamas?! kkkkkk
– 01:43, ônibus rodando com um cara pendurado do lado de fora, de tão cheio.
– 01:45, o Hebert pulando e balançando a cabeça todo empolgado como se estivesse tocando axé.
– 02:04, Hebert mijando no muro e cantando ao mesmo tempo kkkkkk
– 02:12, Novamente o Negão, Ronaaaaaldo, e uma mulher parecida com a Susan Boyle.
– 02:15, Um traveco de peruca loira e hobby vermelho (aquilo não pode ser uma mulher! kkkkkkk)
– 02:22, Acho que naquela época já existia prestobarba, não?! kkkkkkkkkkkk
– 02:26, Hebert levando uma “conferida” do segurança (parece o Negão)
– 02:30, Segurança, parte 2, com direito a pulinho do João Barone, que ainda saiu rindo, mostrando que gostou. kkkkkkkk
– 03:40, Ronaaaaaaaaaaaldo agarrado no tronco.
– 04:13, Pqp, esse cara não saiu da água até agora?!
– 04:46, Ronaaaldo procurando o negão, que a essa altura do campeonato já deve ter se afogado.

Caso você tenha identificado um momento interessante não exposto acima, fique à vontade para citá-lo nos comentários. Se quiser criticar, xingar, elogiar, ou mesmo desabafar, a oportunidade é essa. Aproveite! hehehe

Sem beijundas por hoje…



Entries e comentários feeds.